(61) 3424-2500 | (61) 9 9857-4025 (WhatsApp) reservas.agb@redebristol.com.br

Descubra as atrações do Palácio do Ministério das Relações Exteriores

Primeiro artigo da coleção Conhecer e Visitar: Prédios e Projetos Famosos de Brasília, idealizada pelo Allia Gran Hotel Brasília.

Por Cely Fraga

Foto: OPY Imagens

Chegou a Brasília? Seja bem-vindo! A poucos metros de você, sempre haverá um pouco da história do Brasil para conhecer. O mais interessante é que essa narrativa pode ser contada através da arquitetura. Um dos melhores exemplos arquitetônicos da cidade é a sede da diplomacia brasileira. Erguido no coração de Brasília, o Palácio Itamaraty não passa despercebido nem pelo mais distraído visitante.

Para mostrar um pouco mais a riqueza histórica e arquitetônica da capital federal, o blog do Allia Gran Hotel Brasília começa, a partir desse artigo sobre o Palácio Itamaraty, a coleção Conhecer e Visitar: Prédios e Projetos Famosos de Brasília. Todo mês vamos publicar um artigo sobre um prédio famoso da cidade.

Interessante, não é mesmo? Então, vamos começar com a casa da diplomacia brasileira. Continua nesse artigo, você vai se surpreender como cada projeto arquitetônico de Brasília preserva muitas singularidades.

O palácio do Ministério das Relações Exteriores do Brasil (MRE) incorpora leveza e modernidade. Destaque absoluto na Esplanada dos Ministérios, o Palácio Itamaraty é o ponto de apoio para as áreas de relações diplomáticas, serviços consulares e política internacional.

Um conselho: você não pode deixar Brasília sem conhecer o Palácio Itamaraty, que é uma verdadeira obra-prima e representa com distinção o conjunto arquitetônico da capital federal.

Você sabia que a impressionante arquitetura do Plano Piloto trouxe para a Capital o título de Patrimônio Cultural da Humanidade, concedido pela Unesco? Brasília, inclusive, é o único bem contemporâneo a receber essa distinção.

Aproveita para descobrir outras curiosidades do Palácio Itamaraty e se convencer de colocar essa visita no seu roteiro turístico.

Confere!

A tradição do Itamaraty

Você deve estar se perguntando, de onde vem o nome Itamaraty?

A explicação, acredite, é bem simples. A antiga sede do Ministério das Relações Exteriores do Brasil funcionava, até 1970, no Rio de Janeiro, no palácio que pertenceu ao Barão do Itamaraty e era chamada de Palácio do Itamaraty.

Ao ser transferido para a capital federal, o MRE manteve a tradição e conservou o nome Palácio Itamaraty, excluindo apenas o “do”.

Interessante como Brasília costura os recortes da história nacional, não é mesmo?

Dica curiosa: Você pode contar aos amigos que visitou o palácio que recebeu personalidades da realeza britânica como a Rainha Elizabeth II e o seu marido, o príncipe Philip de Edimburgo.

Palácio da diplomacia

Projetado por Oscar Niemeyer e com paisagismo assinado por Burle Marx, o Palácio Itamaraty atende ao seu objetivo que é concentrar a atuação diplomática do governo brasileiro.

O palácio foi idealizado para receber visitas oficiais de autoridades estrangeiras e dar suporte à rotina dos cerimoniais diplomáticos.

Considerando a necessidade dessa logística, você consegue imaginar o tamanho do desafio de Niemeyer para criar um projeto à altura da expectativa do MRE.

Além de contemporânea, a obra-prima também deveria ser segura, exigência do diplomata Wladimir Murtinho, então chefe da comissão de transferência do ministério, que sairia do Rio de Janeiro para Brasília.

Para resolver a questão da segurança, Burle Marx projetou o jardim aquático, uma solução inspirada nos antigos castelos medievais. O recurso resultou numa fachada sofisticada e encantadora.

Dica valiosa: aproveita esse cenário para fazer aquela selfie incrível!

O que representa a fachada do Itamaraty

Você sabia que a sede do Ministério das Relações Exteriores do Brasil também é conhecida como Palácio dos Arcos? O nome faz alusão aos arcos da fachada do complexo.

Inicialmente, o Palácio Itamaraty deveria seguir o padrão dos palácios do Planalto e da Alvorada, construções que você pode saber mais no nosso artigo sobre as obras de arquitetura de Brasília para visitar e fotografar.

Entretanto, o projeto foi repensado para acomodar as arcadas de concreto. Os arcos dão mais força ao conjunto arquitetônico e harmonizam com o espelhamento das águas que flutuam diante da imponência do Palácio Itamaraty.

Outro elemento da fachada repleto de significados é a escultura do meteoro que desponta soberana no espelho d’água.

A obra de Bruno Giorgi representa os cinco continentes. Ela foi esculpida em 50 toneladas de mármore Carrara e combina perfeitamente com a estética da fachada.

Dica bônus: para registrar a beleza arquitetônica da fachada do Palácio Itamaraty, invista na fotografia panorâmica. Leve para casa essa vista de cartão-postal!

Por dentro do Palácio

Se você está impressionado até aqui, prepare-se para o que te espera no interior do Palácio Itamaraty.

O conjunto arquitetônico foi idealizado para receber autoridades estrangeiras, lembra-se? Então, esteja pronto para uma visita impressionante.

O xodó do Palácio Itamaraty é a escada helicoidal, que parece flutuar em meio ao vão com 2.200 metros quadrados, sem nenhuma coluna de sustentação.

No mezanino, você será apresentado a Sala dos Tratados, onde são assinados os acordos internacionais.

No local, a protagonista é a obra Treliça, feita em madeira e ferro. Criada, em 1967, pelo artista plástico Athos Bulcão, a obra representa os povos que formam a nação brasileira: negros, índios e europeus.

Dica UAU: você precisa conhecer a escultura Polivolume: ponto de encontro, de Mary Vieira. A obra é interativa. Isso mesmo! Você pode mover as 230 placas de alumínio e, assim, recriar a escultura com a sua criatividade.

Acervo do Palácio Itamaraty

Você não pode concluir o tour sem conferir o rico acervo do Palácio Itamaraty.

Um dos últimos levantamentos, apontava 580 obras, entre pinturas, gravuras, esculturas, painéis, tapetes, colagens e desenhos.

Dica cultural: Entre o mobiliário histórico, destaca-se, na Sala dos Tratados, a mesa em jacarandá em que a Princesa Isabel assinou a Lei Áurea. É justamente neste móvel onde são assinados os acordos internacionais.

Serviço:
Endereço: Esplanada dos Ministérios, Bloco H, Eixo Monumental
Telefone: 61 3411-6640 / 2030-8051 (agendamento de visitas)
E-mail: visita@itamaraty.gov.br
Horário para visitas: Segunda a sexta-feira: das 9 às 19 horas. Sábados, domingos e feriados: das 9 às 21 horas

Bem, esperamos que esse tour pelo Palácio Itamaraty tenha despertado o seu interesse em conhecer um pouco mais sobre a arquitetura de Brasília. Quando retornar à capital federal, saiba que o Allia Gran Hotel Brasília sempre vai estar pronto para recebê-lo.

Somos especialistas em ofertar a melhor hospedagem com todo conforto, requinte e segurança, com alto padrão de qualidade. Não importa se você vem a negócios ou a lazer, nossas tarifas serão sempre especiais para você.

Confira todos os detalhes abaixo. Estamos esperando por você!

UA-100979074-1